Tanques de piscicultura experimental já estão em funcionamento

Segundo dados da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), nos últimos três anos, a área total destinada a piscicultura em Rondônia cresceu 8,63%, saindo dos 14.544 hectares de espelho-d’água em 2016 para 15.800 em 2018. As áreas alagadas tem aumentado sucessivamente, mesmo que em termos de número de empreendimentos não tenha aumentado tanto.

Pensando nesse crescimento de mercado é que o curso de Medicina Veterinária contará com mais uma importante ferramenta de ensino: os tanques de piscicultura, destinados a pesquisa e estudos da alimentação como fonte de aumento na produtividade. Ao todo, 600 alevinos foram colocados nos tanques, construídos no próprio campus em Vilhena. Os alevinos foram uma doação da Piscicultura Santa Fé, que realiza projeto social junto aos pequenos produtores da região.

O estado de Rondônia possui 4.308 empreendimentos cadastrados e licenciados exclusivamente para comercialização e produção, que ocupam uma área de 15.810,26 hectares de espelho d’água, com uma produção de 95.534,37 toneladas ao ano.

As exportações de peixe do estado de Rondônia tiveram início em 2017 com destino ao Vietnã, segundo os dados do Comex Stat – o sistema para consultas e extração de dados do comércio exterior brasileiro – do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Midic). Em 2019, de janeiro a junho já foram exportadas mais de 259 toneladas de peixe para o Peru, Bolívia e Estados.