Faron comemora autorização para curso de Engenharia Florestal em Vilhena

A Faculdade Marechal Rondon (Faron), procurando expandir as oportunidades ofertadas para a comunidade estudantil em Vilhena e região, anunciou nesta semana mais uma importante conquista. Trata-se da autorização para a implantação do curso de bacharel em Engenharia Florestal. A autorização é oficial e veio do Ministério da Educação (MEC), através da portaria que credencia a Faron e realizar vestibular para o curso, publicada na semana passada no Diário Oficial da União. Antes de liberar graduação, o MEC enviou uma equipe de avaliação à cidade. Os técnicos concederam nota 4 (de um a 5) à instituição, aprovando sua estrutura física e pedagógica.

Os diretores da instituição, Pascoal de Aguiar Gomes e Josy Modotte, explicaram que antes de fazer o pedido de autorização ao MEC, a faculdade pesquisou a área de maior expansão na refião sul do Estado e aquela que mais precisassse de investimentos educacionais. O levantamento indicou a necessidade de formação de novos profissionais de Engenharia Florestal, que terão espaço para atuar nas grandes reservas ambientais e nos cada vez mais numerosos projetos de manejo implantados em Rondônia. Além do Conesul, a faculdade também absorve uma grande demanda da região noroeste do Estado vizinho, Mato Grosso.

Ao comentar a conquista, a direção informou que a Faron pretende continuar expandindo suas opções de graduação. O novo cuirso já deve ter sua primeira turma em sala de aula no próximo ano, sendo que o vestibular para essa e as demais áreas tem previsão de ocorrer ainda no final de 2018. A Faron oferece hoje cursos de Agronomia, Engenharia Civil e Medicina Veterinária. "Esse é só o começo, ainda há muito que expandir e nós queremos fazer parte do crescimento educacional de Rondônia, consolidando cada vez mais nosso espaço como instituição que promove conhecimento", afirmaram.